Projecto “Saúde em rodas”

 

Contexto

Assegurar a informação adequada a esta população Migrante no que diz respeito aos seus direitos à assistência medica e garantir o
conhecimento dos procedimentos ao nível do Serviço Nacional de Saúde, assim como sensibilizar as estruturas integradas no SNS para a particularidade dos casos, permitindo melhorar significativamente o acesso da população ao aos serviços. No seguimento desta estratégia planificada até 2011: capacitar esta população, proporcionando aos indivíduos a possibilidade de se assumirem como sujeitos activos e responsáveis pela adopção de comportamentos preventivos e dos capacitar para que se tornem beneficiários informados, capazes de recorrem aos serviços disponíveis de suporte.

Contribuir para a aprendizagem organizacional e para a construção de uma base de conhecimento (abrangendo uma avaliação e monitorização para que auxilie a tomar decisões informadas em relação ao projecto e serviços prestados com base em evidências objectivas). Assegurar um uso mais efectivo e eficiente dos recursos (avaliar de forma objectiva o impacto do projecto e, por fim, informar todos os que estão envolvidos no processo).


Objectivo Geral

Diminuir a propagação do VIH/Sida até 2013 na população.
Objectivos Específicos

Aumentar o acesso a cuidados primários de saúde da população-alvo beneficiária.

Aumentar o acesso às estruturas de Saúde de referência e para o Diagnóstico do Sida e tratamento das doenças Oportunistas.

Aumentar a adopção de Estilos de vida saudáveis/Atitudes Positivas de saúde.
População Alvo

Imigrantes e Minorias Étnicas. Populações Oriundas de Países de Língua Oficial Portuguesa e dos Países de Leste.
Notas

Resultados esperados:

Aumento do número de atendimentos a nível dos Cuidados de Saúde Primários, disponível a todos os beneficiários do projecto.

Aumento do número de beneficiários com acesso a aconselhamento, diagnóstico e referenciação adequada.

Aumento do número de utentes que revela ter conhecimentos de prevenção da transmissão do VIH/Sida, Tuberculose e Infecções Sexualmente Transmissíveis.