Ação médica acima de tudo

cuidados-de-saude
Somos uma organização humanitária na área medica, sem fins lucrativos e de utilidade publica de Portugal. Levando a cabo a nível  mundial ajuda médica e medicamentosa a fim de proporcionar uns cuidados de saúde diferenciados e gratuitos com o objetivo de salvar vidas e aliviar o sofrimento humano.
A nossa missão é melhorar a qualidade de vida através de intervenções de saúde e oferecendo formação/capacitação de recursos humanos locais e cuidados de saúde de emergência humanitária para ás populações locais assistência médica e medicamentosa.
Paramédicos de catástrofe Internacional é uma organização independente médica humanitária internacional que fornece ajuda de emergência em mais de 18 países para pessoas afetadas por:
a) Conflitos armados;
b) Epidemias;
c) Desastres naturais ou provocados pelo homem;
d) Exclusão de cuidados de saúde.
Oferecemos assistência a pessoas com base na necessidade sem distinção de raça, sexo, religião ou afiliação política.
A atuação de Paramedicos de catastrofe Internacional -PCI é, acima de tudo, médica e medicamentosa. A organização leva assistência e cuidados preventivos a quem mais necessita, independentemente do país onde se encontra.
Em situações em que a atuação médica não é suficiente para garantir a sobrevivência de determinada população – como ocorre em casos de extrema urgência, a organização pode fornecer:
a) Água;
b) Alimentos;
c) Saneamento;
d) Abrigo;
e) Segurança.
Esse tipo de ação se dá prioritariamente em períodos de crise humanitária e de emergência que varia entre um a seis meses onde é assegurado a referida assistência médica e humanitária Às populações mais desprotegidas e desfavorecidas, garantido nesta forma os direitos fundamentais e universais dos direito do Homem e no acesso à saúde, educação e alimentação.
A atuação de Paramédicos de catástrofe Internacional -PCI respeita as regras da ética médica e de outros profissionais de saúde referentes a outras profissões, é dever de oferecer auxílio médico e medicamentoso gratuitamente sem prejudicar qualquer indivíduo ou grupo e a sua imparcialidade, garantindo o direito à confidencialidade do utente.