“Carta de princípios”

Paramédicos de Catástrofe Internacional é uma organização humanitária,independente e neutra que assegura a protecção humanitária e a assistência às vítimas de conflitos armados e de outras situações de violência.

Toma iniciativa em resposta a emergências e ao mesmo tempo promove o respeito ao Direito Internacional Humanitário e sua implementação na legislação nacional de um país. Paramédicos de Catástrofe Internacional reúne profissionais de saúde e outros voluntários em diferentes áreas de actuação que aceitam no acto da adesão sob compromisso de honra respeitar os seguintes princípios:

A Organização Paramédicos de Catástrofe Internacional, leva socorro às populações em perigo em qualquer parte do mundo às vítimas de catástrofes de origem natural ou humana e de situações de conflito sem qualquer discriminação racial, religiosa, filosófica ou política.

Trabalhando com neutralidade e imparcialidade, os Paramédicos de Catástrofe Internacional reivindicam em nome da ética médica universal e ao direito à assistência humanitária à liberdade total e completa do exercício da sua actividade.

Trabalhar na mais estrita neutralidade e em completa independência coibindo-se de se imiscuir nas questões internas dos Estados, Governos e Partidos em cujo território sejamos chamados a intervir.

Respeitar o sigilo profissional e abster-se de emitir qualquer juízo ou de exprimir publicamente uma opinião favorável ou hostil a respeito dos acontecimentos, forças ou dirigentes que aceitaram o seu concurso.

Anónimos ou beneméritos, não esperam do exercício da sua actividade qualquer benefício pessoal ou colectivo. Avaliando os riscos e perigos das missões que cumpram não reclamar para si nem para terceiros que os representem, qualquer compensação para além da que a instituição esteja em condições de lhes oferecer.