Peru

Peru projetos Internacionais

 

População 28,5 milhões de habitantes.
• A esperança de vida ao nascer de 73 anos.
• PIB per capita (PPP) EUA 7836 dólares.
• Taxa de mortalidade infantil por mil nascidos vivos 23.
• Taxa de mortalidade materna por 100.000 nascidos vivos 240.
• População usando uma fonte melhorada de água de 83%.
• A prevalência de HIV / Sida  em adultos (15-49 anos) de 0,5%.
• Relação de médicos por 100 mil habitantes. 117.
• Posição como o Índice de Desenvolvimento Humano 78 (de 182 países).
• com o objectivo de melhorar as condições de vida e bem-estar da população mais vulnerável. Especificamente, desenvolver projectos em três departamentos: Cuzco, Huancavelica e Tumbes.e centra-se na melhoria do acesso aos serviços de saúde, educação e promoção da saúde e competências de gestão, com o objectivo de reforçar atenção à saúde sexual e reprodutiva, reduzir a mortalidade materna e infantil e reduzir a incidência de doenças prevalecentes e esquecido, no distrito da província de Echarate Convenção
• Nas províncias de Almirante Villar, e Tumbes Tumbes Zarumilla departamento, queremos fortalecer as estratégias regionais de saúde sexual e reprodutiva e prevenção das DST/HIV/Sida , através da qualidade e aumento da capacidade de resposta dos programas e participação e conhecimento sobre direitos de género e saúde sexual e reprodutiva de adolescentes e jovens.
• O terceiro projecto visa promover e reforçar o direito à saúde mental de pessoas que vivem na região de Huancavelica, aumentando a capacidade de resposta da saúde regional e local. Especial atenção é dada para as comunidades e pessoas afectadas pela violência sofrida durante a guerra sofreu de 1980 a 2000, as pessoas com problemas de saúde mental e grupos desfavorecidos.
• Promover o desenvolvimento humano sustentável, fortalecimento e desenvolvimento das esfera cultural, institucionais, políticas públicas inclusivas e articular o tecido social e cultural.
• O objectivo é fortalecer o atendimento e gestão de sistemas de saúde pública nas áreas de desempenho convenção regional através do apoio aos cuidados de saúde primários e descentralização dos serviços, através da participação social, com pertinência étnica e de género serviços de adaptação às realidades e tornar visíveis e valorizar os sistemas tradicionais de médicos nas áreas de desempenho