Missão de Ajuda Humanitária Médica aos Feridos na Líbia-2011

 

Novos conflitos a oeste de Rãs Lanuf geraram uma nova onda de feridos no hospital de Ajdabya. O acesso a áreas ocidentais do país ainda é bastante difícil, e médicos em várias localidades têm pedindo o apoio da PCI. A organização está a trabalhar para entregar mais medicamentos para esses profissionais.

Aproximadamente 94 mil pessoas fugiram da Líbia pela fronteira com a Tunísia nos últimos dias. Desde o dia 3 de Março, o fluxo de pessoas que atravessou a fronteira diminuiu, passando de 8 a 14 mil pessoas por dia para uma média de 5.500 pessoas por dia.

PCI está pronta para oferecer assistência médico-humanitária. Pessoas feridas supostamente não estão a ser autorizadas a sair da Líbia. Ao mesmo tempo, equipas e consumíveis médicos estão impedidos de atravessar o lado tunisiano da fronteira.

PCI está em busca de soluções para enviar medicamentos e uma equipa médica pronta a avançar para o terreno.