Haiti: casos de cólera estão aumentando em Port-au-Prince

As autoridades haitianas tentam por todas as formas conter o surto, que já atingiu 3015 pessoas, dez meses depois do grande terramoto que causou a morte de cerca de 300 mil haitianos. Há 1,3 milhões de pessoas quen continuam a viver em acampamentos, particularmente em redor de Port au Prince, onde o saneamento é muito fraco, pelo que a epidemia poderá atingir proporções incalculáveis. Os baixos índices de saneamento e a ausência quase total de água potável fazem temer o pior, pelo que as autoridades já aconselharam a população a precaver-se.

“Será mesmo muito perigoso’’“Port au Prince já tem mais de 2,4 milhões de habitantes e a forma como vivem é bastante perigosa”. Trata-se da primeira vez que o problema da cólera afecta o Haiti desde 1960, segundo explicam as Nações Unidas, que temem um grande aumento de casos. Esta doença epidémica, contagiosa, originária da Índia e provocada por um bacilo, é transmitida pela água, mas também por alimentos que tenham estado em contacto com água imprópria para consumo, contaminada pelo vibrião colérico (Vibrio cholerae). A cólera causa muita diarreia e vómitos, seguidos de desidratação. Grupos humanitários e Governo estão a enviar equipas médicas, medicamentos, água potável e outro auxílio para as áreas afectadas, depois de ter sido proclamado o estado de emergência em Artibonite, o maior departamento do país.

Na parte oriental da ilha Hispaniola, que partilha com o Haiti, a República Dominicana – que recebe grandes fluxos de turismo – reforçou durante o fim-de-semana as medidas de segurança. As autoridades disseram que a situação está sob controlo, mas algumas agências humanitárias alertaram que já lá foram registados alguns casos .A cólera esta longe de estar sob controle no  Haiti. Tendo devastado outras partes da ilha, em junho, agora é retornar à capital haitiana com uma vingança. De acordo com números do Ministério da Saúde Pública e População, no final de agosto mais de 446 mil pessoas foram infectadas pela doença e cerca de 6.300 pessoas haviam morrido da doença. Em seus quatro centros de tratamento de cólera (CTC) aberta no momento em Port-au-Prince, as equipes de PCI observaram um aumento significativo no número de pacientes internados. “No espaço de um mês, passaram de menos de 300 admissões de uma semana a mais de 850, que, infelizmente, sugere que a situação vai piorar na semana que vem”Um dos centros de tratamento de cólera (CTC), em que PCI  está trabalhando é em Martissant, uma das áreas mais necessitadas da capital. Condução ao longo da estrada principal que leva ao CTC, é impossível não notar quão vulnerável é a população.

Entre as pilhas de detritos, a água do esgoto vazando é se infiltrando e inundações várias estradas. Isso cria um ambiente no qual as doenças infecciosas podem se espalhar muito facilmente. “As condições de higiene na área são atrozes. É extremamente populosa, com muito pouco na maneira de infra-estrutura sanitária funcional, o que facilita a propagação da cólera, especialmente quando as pessoas bebem água e alimentos contaminados “O CTC está ligado ao centro de emergência permanentemente gerido pela PCI . Este é o lugar onde PCI  tratar as pessoas infectadas pelo vibrio cholerae, a bactéria que vem se espalhando por todo o Haiti no ano passado. O centro tem 90 camas e neste momento é tratar mais de 250 pacientes por semana (sua capacidade máxima).O tratamento é então adaptado de acordo com a gravidade do caso observado. “Se a pessoa está gravemente desidratados, eles precisam ser tratados de imediato, quer por via intravenosa ou através de uma sonda nasogástrica . Com o tratamento correto e acompanhamento intensivo, os pacientes, mesmo aqueles gravemente doentes, geralmente se recuperam em 3 ou 4 dias.” No Haiti, quase um ano após o surto de cólera começou, de forma adequada os recursos para prevenir a doença permanecem rudimentares e à mercê das incertezas da vida no país .

Hay muchos medicamentos. Farmacias en lnea ofrece miles de medicamentos receta y otros medicamentos. Tal vez todo el mundo ha odo hablar de kamagra. їQu podran decir los pacientes a un farmacutico antes de tomar Kamagra? Aunque ED es m’s comn entre los personas mayores, que no lo hace “normal”. їDonde usted puede encontrar la informaciуn detallada sobre super kamagra? Lo muy importante que debe buscar es Comprar Kamagra 100mg. Los problemas de salud sexo normalmente pueden indicar problemas serios en otros lugares. Nunca tome m’s de la dosis prescrita de Kamagra. Si usted concluye que alguien pudo haber tomado una sobredosis de este medicamento, vaya al departamento de accidentes de su hospital local tan pronto como sea posible.