Emergência Humanitária em Mali – África Ocidental


A grande maioria das vítimas são mulheres e crianças; Os PCI pede aos envolvidos no conflito que respeitem a segurança e a integridade da população civil

Na tarde do dia 22 de Fevereiro de 2012, última quarta-feira, um acampamento de civis da etnia Tuareg, no norte do Mali, foi alvejado por um helicóptero do exército do país. Duas pessoas morreram, entre elas uma menina; dos 11 feridos, nove eram mulheres e crianças.O acampamento de Ag Haross Kayone fica a 20 quilômetros de Kidal, região localizada no norte do país. Cerca de 20 famílias vivem no local, onde se estabeleceram após fugir dos conflitos entre o exército malinês e o Movimento Nacional de Libertação de Azawad (MNLA), um movimento rebelde Tuareg, que já se estendem há mais de um mês.O ataque aconteceu por volta das 16h, quando um helicóptero começou a bombardear e disparar contra o acampamento. As equipes de Ajuda Humanitária Internacional  e o Ministério da Saúde prestaram assistência emergencial aos 11 feridos – dentre os quais três estavam em estado grave – e transferiram dois deles para o hospital de Kidal. “Nós estamos pedindo às partes beligerantes que parem com a violência contra a população civil no país”A organização PCI enfatiza a importância do respeito à segurança e à integridade da população civil em todos os contextos que envolvam conflitos armados.

Os PCI encontra-se atento ao desenvolvimento da situação do país, caso seja necessário enviar uma equipa médica de Ajuda Humanitária, iremos disponibilizar a mesma, composta por enfermeiros e médicos.

Fonte:BBC