Cheias na China afectam 29 milhões de pessoas

Pelo menos 107 pessoas morreram e 59 estão desaparecidas na China em consequência das inundações provocadas pelas chuvas torrenciais que afectam o centro e o sul do país.

De acordo com a agência oficial chinesa Xinhua, 29 milhões de pessoas foram afectadas, das quais 997 mil foram evacuadas das suas casas, 93 mil casas e 252.800 hectares de terras cultivas ficaram destruídos e as perdas económicas ascendem a 19,75 mil milhões de yuan (2,29 milhões de euros).

A administração meteorológica da China anunciou que as chuvas vão continuar nos próximos dias afectando províncias e municípios como Guizhou, Sichuan, Hubei, JIangsu, Zheijiang, Anhui e Chongqing.

A mesma autoridade prevê chuvas intensas também nas zonas da Mongólia Interior e Liaoning, norte do país, Gansu, noroeste, e Yunnan, sul.

O Governo já revelou que as fortes chuvas não provocaram nenhuma epidemia e enviou para as zonas afectadas milhares de tendas de campanha.

As inundações são habituais na China nos meses de verão, sobretudo na região sul e este ano estão a causar mais problemas que em anos anteriores.

Fonte:agência oficial chinesa Xinhua